Caraúbas-PB, sexta-feira, 22 de junho de 2018 . | | | | | Facebook twitter webmail instagran youtube

PREFEITO DE CARAÚBAS RENEGOCIA DÉBITOS COM A CAGEPA DE EXERCÍCIOS ANTERIORES

sexta-feira, 16 de março de 2018

PREFEITO DE CARAÚBAS RENEGOCIA DÉBITOS COM A CAGEPA DE EXERCÍCIOS ANTERIORES

Em reunião realizada na última quarta-feira, dia 14, na presidência da CAGEPA, na cidade de João Pessoa, o prefeito Silvano Dudu acompanhado do secretário do Planejamento, jornalista Eduardo Belo, foram tomados de surpresa com um débito existente do município com aquela empresa no montante de quase R$ 15.000,00 (Quinze Mil Reais) oriundos de gestões anteriores.
De acordo com o prefeito, só foi possível descobrir o débito porque protocolamos o projeto de Reforma do Mercado Público Manoel Clementino Neves na GIGOV/CEF, que solicitou uma declaração de viabilidade do fornecimento do abastecimento d’água para o empreendimento, argumentou ele. Em contato com o gerente de cobrança da companhia, Dalman Jodafe Nunes Fernandes, o débito existente são dos exercícios anteriores, principalmente, dos anos de 2005 a 2016, conforme relatório entregue por ocasião da presente demanda.
O prefeito inclusive já autorizou a quitação do débito dos exercícios de 2015 e 2016, no valor de mais de R$ 4.000,00 (quatro Mil Reais), parcelando os demais dos exercícios anteriores. O prefeito Silvano Dudu, afirmou das dificuldades encontradas pela atual gestão, mas que não medirá esforços para beneficiar toda população caraubense com importantes obras de infraestrutura e que servirá a toda cidade.
Encaminharemos ao setor jurídico do município toda documentação necessária para os procedimentos e adoção de medidas judiciais cabíveis com o objetivo de responsabilizar aqueles que cometeram atos ilícitos e que tentaram delapidar o patrimônio público com ações que ferem os princípios constitucionais legais, disse o prefeito.
O importante é que daremos andamento a todas as obras, inclusive as inacabadas que encontramos da gestão anterior e que não foram concluídas pela falta de compromisso e generosidade com o serviço público, concluiu Silvano.

Fonte: SEPLACOM
Foto: Marina Borges