Caraúbas-PB, segunda-feira, 20 de novembro de 2017 . | | | | | Facebook twitter webmail instagran youtube

SECRETÁRIO DO PLANEJAMENTO CONCEDE ENTREVISTA A ESTUDANTE CARAUBENSE DE ARQUITETURA

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

SECRETÁRIO DO PLANEJAMENTO CONCEDE ENTREVISTA A ESTUDANTE CARAUBENSE DE ARQUITETURA

O Secretário do Planejamento, Comunicação Institucional e Gestão do município de Caraúbas, jornalista Eduardo Belo, concedeu na manhã desta sexta-feira, dia 29 de Setembro de 2017, entrevista a jovem Joseane Lívia da Silva Brito estudante do curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário do Vale do Ipojuca, localizado na cidade de Caruaru – PE.
A entrevista do tipo semi estruturada teve por objetivo participar do estudo denominado “Sublimes traços de um torrão cariri: Análise morfológica do conjunto urbano-arquitetônico da cidade de Caraúbas – PB, cujo meta é analisar o conjunto urbano arquitetônico de interesse histórico e cultural do município, pesquisa pioneira na cidade que evidencia os traços peculiares voltado para a preservação do patrimônio do interesse histórico e cultural local.
De acordo com o secretário, Eduardo Belo, o Plano Diretor do município aprovado em 2014 através da Lei nº. 302/2014, já determina em seu artigo 19, a zona de interesse Histórico-Cultural, compreendendo o núcleo histórico da cidade. Segundo e legislação, as principais diretrizes do PD neste aspecto são os de inventariar, tombar, reabilitar e sinalizar os locais e edificações de interesse histórico-cultural.
Muito embora tenhamos alguns imóveis que já perderam suas características em virtude da ação do tempo e de moradores/proprietários que venderam e reformaram as casas mais antigas, existe a necessidade de executar um projeto urbanístico de valorização e preservação destes patrimônios, afinal foi onde começou toda história da cidade de Caraúbas, afirmou Eduardo Belo.
Perguntado sobre o projeto do marco zero, o secretário afirmou que existe um PLO de autoria da vereadora Cleoneide Amara, em fase final de elaboração, que garante uma preservação maior daquela área a transformando no MARCO ZERO – Largo do Rosário, numa justa homenagem a co-padroeira do município. A rua Dr. Mauro Farias sera a contemplada com o projeto, haja vista ser a que dispõe de mais imóveis que preservam suas características originais, disse ele.
Um dos principais pontos do Plano Diretor e o estabelecido no inciso III, do artigo 19, que impede alterações nas fachadas dos bens imóveis construídos. E uma questão ainda difícil de ser administrada, porque muitas pessoas ainda não tem conhecimento do valor histórico desses imóveis, afirmou o secretario.
A estudante agradeceu a colaboração do secretario Eduardo Belo junto a pesquisa assumindo o compromisso de quando da sua conclusão deixar uma cópia de toda pesquisa para o Planejamento Urbano da cidade.

Fonte: SEPLACOM 
Foto: Romário