Caraúbas-PB, sábado, 16 de dezembro de 2017 . | | | | | Facebook twitter webmail instagran youtube

CARAÚBAS É O SEGUNDO MUNICÍPIO DO ESTADO DA PARAÍBA QUE MENOS GASTA COM PESSOAL

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

MUNICÍPIO DE CARAÚBAS É O SEGUNDO DA PARAÍBA QUE MENOS GASTA COM PESSOAL

O município de Caraúbas iniciou 2017 cumprindo com as determinações da Lei de Responsabilidade Fiscal e nos 04 (quatro) primeiros meses do ano, ou seja de Janeiro a Abril gastou apenas 31,83% da sua receita corrente liquida com o pagamento de pessoal. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira(20), por meio do Sagres Painéis do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba que detalha a sociedade e aos gestores públicos um levantamento de gastos com pessoal da Prefeitura.
Caraúbas só perde para a cidade de São José do Bonfim, no sertão da Paraibano que de acordo com o TCE gastou o percentual de 30,44%.  De acordo com o prefeito Silvano Dudu, tudo isso só tem sido possível pela conduta adotada pela atual gestão de respeito ao dinheiro do contribuinte. Não podemos copiar gestões passadas que nomearam diversas pessoas e atingiram o limite prudencial da responsabilidade fiscal, disse o prefeito.
O Secretário da Administração, advogado Nelson Honrato disse que a determinação da atual gestão é cumprir rigorosamente com todas as metas estipuladas pela legislação correspondente. Sabemos que neste período do ano existe uma queda grande de repasses do FPM, mais até o mês de Agosto cumprimos rigorosamente com a folha de pessoal, pagando aos nossos servidores dentro do mês trabalhado, sem falar que já adiantamos 50% do décimo terceiro salário de todo quadro de pessoal, afirmou Nelson.
O secretário da administração falou ainda que ao assumir o mandato, em Janeiro de 2017, o prefeito encontrou uma folha inchada com muitos servidores recebendo gratificações fora da realidade do município e de forma ilegal, pois, a revelia da legislação municipal foram concedidas gratificações desproporcionais. Inicialmente e por determinação do prefeito, foram cortadas todas as gratificações dos servidores para que pudéssemos analisar caso a caso. Ainda hoje são poucos e raros os casos em que foram concedidas gratificações.
Com o resultado apresentado é pretensão da atual gestão dá sequência a política de recursos humanos, valorizando os profissionais, pagando seus proventos dentro do mês trabalhado e sempre dentro dos percentuais exigidos pela LRF. Quero concluir meu mandato sem deixar tantos problemas financeiros e administrativos como encontrei, falou o prefeito Silvano Dudu. 

Fonte: SEPLACOM e TCE/PB
Foto: pbvale.com.br